Alunos da rede municipal recebem aparelhos ortodônticos em Apucarana

Suspeito de matar mulher e filho bebê em SC é preso em SP
27 de julho de 2022
Mais de 70 cães e gatos são resgatados das ruas todos os meses em Apucarana
27 de julho de 2022
Alunos da rede municipal recebem aparelhos ortodônticos em Apucarana

Programa de Ortodondia atendeu 303 alunos da rede municipal de ensino

Trezentos e três alunos da rede municipal de ensino estão sendo atendidos pelo Programa de Ortodontia da Prefeitura de Apucarana. O tratamento de correção da posição dos dentes visa atender de forma totalmente gratuita alunos de 9 a 11 anos das 36 escolas municipais e está sendo executado pela Autarquia Municipal de Saúde (AMS) através do Centro de Especialidades Odontológicas (CEO).

A iniciativa, inédita no município e que é realizada em poucas cidades do país, instalou o aparelho ortodôntico em 163 estudantes e outros 140 na fase de documentação ortodôntica ou instalação dos aparelhos. O atendimento inclui a manutenção mensal (ajustes no aparelho), ou seja, o acompanhamento padrão para que o tratamento tenha êxito.

Até o momento foram beneficiados alunos das escolas Marcos Freire, Marilda Noli, Osvaldo Santos Lima, Maria Madalena Coco, Plácido de Castro, José Brasil Camargo, Doutor Edson Giacomini e Monsenhor Arnaldo Beltrami.

O prefeito Junior da Femac lembra que a colocação de aparelhos ortodônticos nas crianças das escolas municipais havia sido iniciada antes da pandemia. “Na época, conseguimos atender sessenta e três crianças e, por conta da pandemia do coronavírus, foi preciso parar com o programa”, relata.

Nesta nova fase, Junior da Femac diz que o programa alcançou trezentas crianças. “Trata-se de uma iniciativa nossa. Queremos ver as crianças com melhor mastigação e um belo sorriso”, frisa o prefeito.

“O Programa de Ortodontia já chegou em 8 escolas, mas o atendimento será levado aos 36 estabelecimentos da rede municipal de ensino de nossa cidade”, garante o secretário municipal da saúde, Emídio Bachiega.

Bachiega destaca a importância e os benefícios do tratamento ortodôntico. Ele explica que a má posição dentária pode causar vários problemas que vão muito além da aparência estética. São problemas fonoaudiológicos e na articulação, dor de cabeça, dor na região orofacial e até dor de dente.

O ponto de partida do atendimento acontece nas escolas com a triagem dos alunos dentro da faixa etária de 9 e 11 anos, a cargo de dentistas com especialidade em ortodontia. Nesse momento é avaliado quem necessita do tratamento ortodôntico. O próximo passo é o envio de um comunicado aos pais solicitando a autorização para o filho realizar o procedimento odontológico.

A seguir, os responsáveis pelas crianças devem providenciar toda documentação ortodôntica, como radiografia e fotografia, sempre com a orientação da equipe da saúde e também sem custo algum para a família do aluno beneficiado.

O Programa de Ortodontia é uma parceria da Autarquia Municipal de Saúde e Autarquia Municipal de Educação, custeado com recursos municipais e de dois programas do governo federal: Saúde na Escola e o Brasil Sorridente.

Maria das Dores Gomes, avó e responsável por Maria Eduarda de Oliveira, 9 anos, aluna do 4º ano da Escola Municipal Edson Giacomini, acompanhou hoje à tarde a neta para primeira manutenção do aparelho da parte superior da arcada dentária e instalação do aparelho na parte inferior. “Minha neta tem os dentes tortos e precisava muito desse tratamento. Não tínhamos condições de pagar por isso. Ela está muito feliz. A autoestima dela melhorou muito”, relata Maria da Dores.

Não escondendo a ansiedade para instalar, também na tarde desta terça-feira, o aparelho ortodôntico, Giovana Vieira Machado, de 10 anos, aluna da Escola Municipal Marilda Noli, estava acompanhada da mãe Simone Vieira Machado. “Sabemos que esse tratamento é caro e essa é uma oportunidade maravilhosa que muitos pais esperam para corrigir os dentes dos seus filhos. Esse programa era tudo que precisava para atender essa necessidade da minha filha”, afirma Simone.

A secretária de Educação, Marli Fernandes, define como de extrema importância, além do aprendizado, o cuidado da saúde dos alunos. “O programa de aparelhos ortodônticos é uma grande parceira da Educação e da Saúde do município. A criança com a dentição na posição correta vai falar melhor e ter dicção melhor. Ajuda na leitura e no seu desenvolvimento em línguas, entre outros benefícios”, avalia Marli Fernandes.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.