Quatro meses após acidente, suspeito de atropelar e matar menina de 12 anos é preso em Arapongas

Apucarana estima orçamento de R$ 481 milhões em 2023
11 de abril de 2022
Deputado quer homenagear motoboy de Apucarana que atrasou entrega para salvar cachorro abandonado
11 de abril de 2022
Quatro meses após acidente, suspeito de atropelar e matar menina de 12 anos é preso em Arapongas

Morte de Beatriz gerou comoção / Foto: Arquivo da família

Quase quatro meses após o atropelamento que matou a menina Beatriz Mendonça, de 12 anos, o motorista suspeito de provocar o acidente foi preso nesta segunda-feira (11) pela Polícia Civil de Arapongas.  A garota e o pai dela foram atropelados no dia 18 de dezembro de 2021 na Rua  Tico-Tico do Campo, no Conjunto Monterrey, por volta das 22h30, quando voltavam de uma confraternização. O pai Anderson Leal de Mendonça foi socorrido e recebeu alta dois dias depois do acidente.

A morte de Beatriz gerou comoção em todo Paraná. Segundo a Polícia Civil, o suspeito – que não teve o nome divulgado – vai responder pelos crimes de homicídio doloso e omissão de socorro, porque fugiu do local após o acidente.

Durante as investigações, testemunhas disseram que o homem suspeito tinha consumido bebida alcoólica antes de dirigir. Na época, a Polícia Civil informou ainda que o suspeito já tinha passagem por embriaguez ao volante e que chegou a ser preso por isso.

Comments are closed.