Cirurgia bariátrica minimamente invasiva é novo procedimento do “Providência”

Apucarana vai ampliar atenção básica em saúde
29 de dezembro de 2017
Presos fogem da cadeia de Marilândia do Sul
29 de dezembro de 2017
Cirurgia bariátrica minimamente invasiva é novo procedimento do “Providência”

O Hospital da Providência conta com uma equipe especializada em cirurgia bariátrica por videolaroscopia, um procedimento minimamente invasivo e de rápida recuperação. O método é apontado pela Sociedadade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM) como uma das maiores evoluções tecnológicas da medicina.  A cirurgia bariátrica é mais conhecida como “redução do estômago” e indicada para tratamento de obesidade.

Com uma equipe multidisciplinar formada por cirurgião, psicólogo, nutricionista, orientadora educacional e a fisioterapeuta o paciente conta com todo o apoio necessário antes e depois cirurgia. “Oferecemos um tratamento de qualidade e efetivo para Apucarana e região, não é só operar, nós tratamos o paciente prestando todo o acompanhamento necessário”, afirma médico cirurgião especialista em videolaparoscopia avançada do Hospital da Providência, Dr. Nicolas Gonçalves Lamas, pós-graduado pelo Centro Hospitalar Universitário de Montpellier, centro de referência em videolaparoscopia na França.

A técnica cirúrgica é realizada por meio de cinco incisões milimétricas no abdômen por onde se introduz pinças e câmera de vídeo adaptados para operar. “Trabalhamos com auxílio de um vídeo que é gerado pela câmera enquanto as nossas mãos permanecem fora das cavidades. Com esse método o paciente tem menos dor no pós-operatório e retorna as suas atividades mais rapidamente”, explica o cirurgião.

Segundo o médico, a cirurgia por vídeo reduziu os riscos e acelerou a recuperação dos pacientes em relação ao procedimento tradicional. “Hoje a viodeolaroscopia acabou com o medo da cirurgia bariátrica por se tratar de uma cirurgia minimamente invasiva. Com esse procedimento a recuperação é mais rápida, podendo o paciente ter alta em até 48 horas após o procedimento. Na cirurgia aberta esse período pode chegar a até sete dias dependendo da evolução do paciente”, destaca omédico.

Quem pode realizar a cirurgia?

De acordo com o especialista, podem realizar a cirurgia bariátrica os pacientes com IMC (Índice de Massa Corpórea) acima de 40 e IMC entre 35 a 40 que apresentem comorbidades, tais como hipertensão arterial, diabetes, doenças nas articulações e colesterol elevado que estejam sem condições de tratamento através de medicações e pacientes com IMC entre 30 e 35 que possuem diabetes tipo 2, que tenham um controle endocrinológico seguido por mais de 2 anos. “Hoje a cirurgia bariátrica é a única modalidade de tratamento que oferece a oportunidade de cura para a obesidade, em todos os casos realizamos uma avaliação  pormenorizada de cada paciente”, explica.

 No Hospital da Providência, através da videolaracopia é possível a realização de dois procedimentos para a cirurgia bariátrica, ou como é comumente chamada cirurgia de redução de estômago. “Pelo método Bypass Gástrico diminuímos o estômago e grampeamos ao intestino fino, criando um desvio que fará com que o  paciente coma e absorva menos o que comeu”, explica.

Com a Gastrectomia Sleeve o estômago é transformado em tubo fino fazendo com que o paciente tenha menos absorção do alimento e diminuição na produção dos hormônios Leptina e Grelina que estão ligados diretamente a obesidade. “Esse procedimento é tão efetivo quanto ao Bypass, com uma vantagem, com menos risco de complicação, porque não tem emenda entre o estômago e o intestino fino”, finaliza.

Comments are closed.