Com redução de estoques, Hemepar alerta para necessidade de mais doadores de sangue

Ex-juiz Sergio Moro diz que ainda não sabe qual cargo irá disputar nas eleições
14 de junho de 2022
Paraná registra mais dez óbitos por dengue
15 de junho de 2022
Com redução de estoques, Hemepar alerta para necessidade de mais doadores de sangue

Imagem: Michelle Gordon/ Pixabay

O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná (Hemepar) faz um alerta para que os doares compareçam nas unidades de coleta do Estado. A partir de junho, com a diminuição das temperaturas, o número de doações costuma cair, comprometendo os estoques de sangue dos hemonúcleos. Atualmente, os estoques estão cerca de 30% abaixo do necessário.

No Paraná, o Hemepar conta com 23 unidades de coleta, armazenamento e distribuição de sangue para 385 hospitais públicos, privados e filantrópicos, além de atender 92,8% de leitos SUS. Para manter o estoque adequado do banco de sangue são necessárias muitas doações. O ideal é que cada pessoa doe pelo menos duas vezes ao ano.

Os homens podem doar a cada dois meses, quatro vezes ao ano. Já as mulheres, a cada três meses, num máximo de três doações ao ano.

Depois de coletado, o sangue é fracionado e acontece o processo de separação dos hemocomponentes (plasma, hemácias, plaquetas e crio). Após isso, a bolsa fica estocada até o resultado dos exames para a liberação. Por isso, também é importante ressaltar a validade da doação com antecedência, uma vez que, após a coleta, o sangue pode levar até 48 horas para ser liberado.

Atualmente os estoques estão com uma média de 35% abaixo do necessário.

PARA DOAR – Para doar sangue é preciso ter entre 16 e 69 anos, estar em boas condições de saúde, pesar no mínimo 51 quilos, estar alimentado e hidratado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação) e apresentar documento oficial com foto.

 

 

 

 

Por Agência Estadual de Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.