Corte que imita calvície faz sucesso na internet

Jogos Universitários reúnem mais de 2 mil atletas em Apucarana a partir deste sábado
15 de julho de 2022
Brasil abre quase um clube de tiro por dia
16 de julho de 2022
Corte que imita calvície faz sucesso na internet

"Estética intencionalmente desconstruída” ou aceitação à calvície.... nova mania na internet

O corte de cabelo “calvão de cria” é a nova tendência que está fazendo sucesso nas redes sociais. Essa moda que imita calvície em diversas versões viralizou no TikTok e tem feito a cabeça de muita gente. Para alguns, é uma “estética intencionalmente desconstruída”; para outros, um aliado para disfarçar a calvície ou aceitar a perda de cabelo.

Tudo começou na Vikings Barber Shop, na cidade de Três Passos, no Noroeste do Rio Grande do Sul, com o barbeiro Márcio Campos. “O calvão de cria surgiu através de umas imagens na internet, certamente eram montagens, mas os guri foram até a barbearia concretizar o corte. Foi uma diversão, na qual ninguém imaginava que ia repercutir tanto, nem que poderia virar uma tendência. Só que para muitos isso é um problema real. A brincadeira leva para quem é calvo uma mensagem de aceitação”, conta o barbeiro Márcio Campos.

O primeiro vídeo do penteado, publicado no perfil do tiktok da Vikings Barber Shop, rendeu mais de 390 mil curtidas. “Calvão virou uma tendência”, conta o barbeiro, de 27 anos. “Tem gente vindo de Portugal falar comigo, dizendo que vai lançar o corte lá também. Páginas dos Estados Unidos estão compartilhando fotos e vídeos.” “Acredito que o ‘calvão’ e as ‘entradas de cria’ já viraram uma tendência. Tá estourado”, completa ele, se referindo ao outro corte em que as entradas na testa são acentuadas pela máquina de barbear.

O nome surgiu enquanto ele trabalhava, entre conversas e risadas, no cabelo de um deles: “Estávamos fazendo, conversando, dando risada e quando foi finalizado, ficou o ‘calvão'”, situa. “A parte de cima simula a calvície, então ‘calvão’, e ‘cria’ porque os guris são naturais daqui de Três Passos”, explica ele sobre a gíria utilizada para designar quem nasceu na cidade em que mora. Ao ser questionado sobre os motivos para o sucesso, o barbeiro do Rio Grande do Sul elenca dois pontos cruciais: algo diferente e que não passa despercebido.

 

Comments are closed.