Ex prefeito de Cambira foi preso acusado de esturpo

Prefeitura injeta R$ 12 milhões na economia de Apucarana
15 de dezembro de 2017
PRF e Canil da PM de Apucarana apreenderam maconha
16 de dezembro de 2017
Ex prefeito de Cambira foi preso acusado de esturpo

O ex-prefeito de Cambira, Sidnei Bellini, foi preso no final da tarde desta sexta-feira 15/12, por suspeita de estupro de vulnerável de uma menina de 13 anos.

A Polícia Civil informou que Bellini foi detido em situação de flagrante após a mãe da menina, que é moradora de Cambira, ter procurado o destacamento da Polícia Militar da cidade.

A denúncia foi recebida pelo sargento Fabiano Brito da Silva que de imediato comunicou a Polícia Civil.

Segundo as investigações, a mãe mostrou conversas entre o ex prefeito e a filha no WhatsApp. Pelo teor das mensagens, a garota teria sido levada pelo suspeito até um motel em Mandaguari na tarde de quinta-feira 14/12.

As conversa também revelaram que o suspeito pagou cerca de R$50,00 para a menina pela relação sexual.

A delegada Luana Lopes determinou que a garota fosse encaminhada para a realização de exames no IML que confirmaram que houve relação sexual recente.

“Realmente ele foi preso por volta das 18h30 na casa dele de alto padrão numa operação conjunta entre policias Civis e Militares de Cambira. Para a polícia não interessa quem é o autor do crime, se ele é rico ou pobre, a polícia tem a missão constitucional de prender quem esteja cometendo crime, ainda mais um crime grave desse,” ressalta o Delegado José Aparecido Jacovós.

Ainda de acordo com o Delgado ele está recolhido em cela com demais detidos que respondem por crimes sexuais. “A justiça de Apucarana que vai decidir o destino do ex prefeito, se ele vai continuar preso, se será liberado. A missão da polícia foi, uma vez recebida a denúncia comprovar os fatos e efetuar a prisão.” Destaca Jacovós.

O Delegado fala sobre o caso no áudio abaixo.

Comments are closed.