Justiça libera continuidade de concurso em Apucarana

Morre em Apucarana a professora Isis Krizamowski
16 de novembro de 2017
Vagas de emprego da Agência do Trabalhador
17 de novembro de 2017
Justiça libera continuidade de concurso em Apucarana

A Justiça autorizou o prosseguimento do concurso público realizado em Apucarana em junho deste ano, na ocasião, 8 mil pessoas se inscreveram para a disputa de apenas 34 vagas.

Uma liminar da Justiça suspendeu parcialmente o concurso. Segundo o Ministério Público os critérios para a prova prática para os cargos de: Advogado, Assistente Social, Contador, Eletricista e Operário não eram claros, por isso, as provas práticas foram canceladas.

Após recurso solicitado pela Prefeitura, o Juiz Rogério Tragibo de Campos,  1ª Vara da Fazenda Pública entendeu que os critérios para a realização das provas ‘têm a clareza necessária para a realização do mesmo.

Nessa sentença o Juiz autorizou o município a continuar com a realização do concurso, validando a primeira fase. “O Juiz manteve a primeira fase do concurso determinando que o município faça um novo edital para a segunda prova, estabelecendo critérios mais detalhados  sobre a prova prática para os cargos de: Advogado, Assistência Social, Assistente Técnico, Contador, Desenhista, Eletricista, Operador de máquina, Operário, Enfermeiro do trabalho, Psicólogo, Técnico em Informática, Motorista pesado,”  disse o Procurado Jurídico do município Paulo Vital.

Ainda de acordo com Paulo, o município já vai solicitar para a Fundação de Apoio ao Desenvolvimento da Unicentro (FAU),que é a equipe contratada, para que comece a providenciar o edital detalhado o mais rápido possível.

“As pessoas que fizeram a prova do concurso podem ficar tranquila, a primeira fase foi mantida, em breve o edital com a prova prática deverá ser lançado, acredito que a prova aconteça ainda em 2017” destaca o Paulo Vital.

A repórter Sílvia Vilarinho conversou com o procurador, a entrevista segue no áudio abaixo.

Comments are closed.