Mais de 50 mil pessoas não tomaram a dose de reforço contra a Covid-19 em Apucarana

Menina de 4 anos morre após passar pela UPA de Apucarana e PAI de Arapongas
22 de março de 2022
Vai dar praia em Maringá… Prefeitura define local de “prainha” artificial
22 de março de 2022
Mais de 50 mil pessoas não tomaram a dose de reforço contra a Covid-19 em Apucarana

Dos 104.229 apucaranenses com mais de 18 anos, 50.130 ainda não tomaram a dose de reforço contra a Covid-19. Segundo dados do vacinômetro da Prefeitura de Apucarana, 54.099 moradores da cidade foram imunizados com a terceira dose (no caso da vacinação com a Pfizer, Coronavac ou AstraZeneca) ou segunda dose (no caso da Janssen). O número representa quase 52% do total de pessoas com mais de 18 anos no município que devem receber o reforço da vacina.

Em todo Paraná, 3.862.627 pessoas tomaram a primeira e segunda doses (esquema primário completo) e por algum motivo não especificado não retornaram para a dose de reforço no prazo recomendado pelo Ministério da Saúde (MS). Os dados foram divulgados nesta terça-feira (22) pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa-PR).

O número de 3.862.627 leva em consideração um universo de 8.207.305 pessoas aptas a tomarem o reforço (D2 e dose única), representando quase 50% dessa população. Existe uma prevalência de ausência nas faixas etária de 20 a 34 anos (15,9% vacinados de 20 a 24, 21,39% de 25 a 29 e 27,54% de 30 a 34). Na outra ponta, 81,97% dos que têm entre 70 e 74 e 81,28% dos que têm entre 65 e 69 anos tomaram o reforço.

Dos faltosos, 39,75% correspondem àqueles que receberam o esquema primário com doses da AstraZeneca, 34,43% com Pfizer, 22,38% com CoronaVac e 3,44% com Janssen.

“A vacinação é a principal estratégia de prevenção de saúde pública para conter a pandemia da Covid-19, contribuindo para a diminuição do número de mortes e dos casos mais graves da doença, além de permitir a tomada de decisões por parte do Estado, como o uso de máscaras. Por isso, aqueles que estão em falta com esta dose precisam fazer esse reforço”, ressaltou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

“Temos vacinas para atender ao público e precisamos vacinar não só com a segunda dose, que garante proteção completa, mas também com a dose de reforço. Toda semana recebemos vacinas, então, precisamos é que as pessoas se conscientizem da importância desse complemento. Caso seja ultrapassado o prazo, é fundamental que o cidadão procure uma unidade básica de saúde assim que possível”, finalizou.

APUCARANA
Segundo o vacinômetro, 94,7% dos apucaranenses acima de 5 anos tomaram ao menos a primeira dose ou dose única; e 84,5% acima de cinco anos tomaram a segunda dose ou dose única e estão completamente imunizados. Veja abaixo:

Comments are closed.