Paraná é o 2º estado com mais professores doutores no interior

Nota do Enem seleciona 57,7% dos alunos do ensino superior público
4 de novembro de 2017
Maluma lança música com Nego do Borel, ‘Corazón’
6 de novembro de 2017
Paraná é o 2º estado com mais professores doutores no interior

O Paraná é um dos estados com maior concentração de professores doutores no interior. Ocupa o segundo lugar, atrás apenas de Minas Gerais. Hoje, 50% dos 10,1 mil docentes com esta titulação estão fora da capital. Curitiba, 31/10/2017. Foto: Divulgação SETI

O Paraná é um dos estados com maior concentração de professores doutores no interior. Ocupa o segundo lugar, atrás apenas de Minas Gerais. Hoje, 50% dos 10,1 mil docentes com esta titulação estão fora da capital. Do total de professores com este grau de especialidade, 4,5 mil estão nas sete instituições de ensino superior do Estado.

O dado é do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), órgão do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, ligado ao desenvolvimento da pesquisa no Brasil.

Depois da capital e de seu entorno, a região com o maior número de professores com doutorado é o Norte (27%), seguido do Oeste (10%) e dos Campos Gerais (5,36%). Entre os docentes do Paraná, 90% têm doutorado ou mestrado, número superior ao exigido por lei.

Esta descentralização do ensino, afirma o secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, João Carlos Gomes, faz parte da política do Governo do Estadual. “Diferente dos outros estados, onde a concentração de doutores está nas instituições federais localizadas nas capitais, aqui nós primamos por colocar universidades nas macrorregiões, que precisam de mais apoio”, diz ele.

O Paraná conta com sete instituições de ensino superior mantidas pelo Governo do Estado – as universidades estaduais de Londrina, Maringá, Ponta Grossa, do Oeste do Paraná (sede em Cascavel), do Centro-Oeste (sede em Guarapuava), do Norte do Paraná (sede em Jacarezinho) e Estadual do Paraná (sede em Paranavaí).

Comments are closed.