Polícia Civil de Apucarana investiga grupos no WhastApp

Polícia Civil prende homem que abusou e engravidou a própria filha
9 de outubro de 2017
Vagas de emprego da Agência do Trabalhador
10 de outubro de 2017
Polícia Civil de Apucarana investiga grupos no WhastApp

A Polícia Civil de Apucarana está identificando integrantes de grupos no WhatsApp que seriam utilizados para a divulgação de festas sem as devidas autorizações.

Segundo o Delegado José Aparecido Jacovós, existem pelo menos 20 grupos que divulgam as festas. “Essa apreensão do celular se deu após que um organizador de uma festa clandestina foi detido, por isso descobrimos os grupos.Todas essas festas que não tem alvará da prefeitura, da polícia dos bombeiros, todas essas festas são ilegais, quem organiza está sujeito a ser preso em flagrante,” explica o Delegado.

Entre os grupos existem “ os parceiros do crime”, “ sexo 24 horas” entre outros.

Ainda de acordo com Jacovós, todos os números que estão nos grupos serão rastreados para a identificação. “Nós temos áudios nesses grupos onde a pessoa fala: Vai ter droga liberada na festa? Tem também uma pessoa anunciando num grupo que ele faz carteira de identidade falsa, cartão falso com crédito, que ele vende documentos. Então isso é apologia ao crime.O administrador é responsável e pode ser processado,” afirma o delegado.

As investigações continuam para identificar quem faz apologia e quem está praticando crimes.

A repórter Sílvia Vilarinho conversou com o delegado, a entrevista segue no áudio abaixo.

Comments are closed.