Polícia já identificou envolvidos na morte de adolescente de 13 anos em Apucarana

Adolescente morre após ser agredido em Apucarana
21 de junho de 2022
Padre Francisco Tabone Adami morre aos 83 anos
22 de junho de 2022
Polícia já identificou envolvidos na morte de adolescente de 13 anos em Apucarana

Alekson Ricardo Kongeski, de 13 anos, morreu após ser brutalmente agredido por outros adolescentes / Foto: Arquivo da Família

A Polícia Civil informou que já identificou os seis adolescentes responsáveis pelas agressões que provocaram a morte de um garoto de 13 anos em Apucarana nesta segunda-feira (21). São quatro adolescentes de 15 anos, um de 14 e outro de 12.

O menino foi identificado como Alekson Ricardo Kongeski, de 13 anos. Ele não resistiu aos ferimentos ao ser espancado pelos outros adolescentes por volta das 19 horas. O caso foi registrado na Rua Emiliano Perneta, esquina com a Rua Paranaguá, próximo ao Colégio Cívico-Militar Padre José Canale, no Jardim Ponta Grossa.

A violência empregada pelos jovens gerou forte repercussão em Apucarana. Socorristas do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) tentaram reanimar Alekson por quase uma hora. Ele chegou ser encaminhado em estado grave ao Hospital da Providência, mas não resistiu após sofrer uma parada cardiorrespiratória.

Os adolescentes envolvidos seriam todos alunos do Colégio Cívico-Militar Padre José Canale, que anunciou a suspensão das aulas nesta terça-feira (22).

Dois jovens de 15 anos e outro de 12 envolvidos nas agressões foram encontrados e levados para a delegacia já no final da noite desta segunda-feira (21), acompanhados de seus responsáveis. A Polícia Civil abriu inquérito para investigar o caso.

O corpo do menino está no Hospital da Providência,  já que a família autorizou a retirada dos órgãos. Ainda não há informações sobre velório e sepultamento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.