Reajuste das tarifas de pedágio chega até 8,06%

Copel alerta sobre riscos com eletricidade na decoração de Natal
29 de novembro de 2017
Fanfarra de Marilândia recebe homenagem
29 de novembro de 2017
Reajuste das tarifas de pedágio chega até 8,06%

Foram homologados nesta terça-feira 28/11 pela Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Infraestrutura do Paraná (Agepar), órgão do governo do Paraná, os valores de reajuste de tarifas que passam a valer a partir desta sexta-feira (1º de dezembro).

O reajuste anual contratual vai variar de 2,75% a 3,89%, valor próximo à inflação do período, medida em 2,70%, segundo o IPCA. No entanto, a agência havia homologado anteriormente, também com vigência a partir de 1º de dezembro, a aplicação da revisão tarifária de quatro das seis concessionárias, para cobrir os custos de obras não previstas em contrato, como viadutos e duplicações, ou obras cujo cronograma foi antecipado.

Com isso, o reajuste anual nas tarifas, juntamente com os valores das revisões tarifárias aprovadas anteriormente, de acordo com cada concessionária, terá variação entre 2,75% e  8,06%, em média.

Nas praças de pedágio de Arapongas (BR-369) e de Mandaguari (BR-376), de responsabilidade da Viapar, a tarifa para carros e caminhonetes passará de R$ 8,20 para R$ 8,90. O valor das motos subirá de R$ 4,10 para R$ 4,50. Já nas praças de Tibagi, Imbaú e Ortigueira (BR-376), da Rodonorte, a tarifa para carros e caminhonetes passará de R$ 10,50 para R$ 10,90, enquanto as motos a tarifa passará de R$ 5,30 para 5,50.

Confira abaixo o percentual de reajuste médio por concessionária no Paraná, segundo a Agepar: 

Rodonorte – 3,24%;

Ecovia – 3,83%;

Ecocataratas – 2,75%;

Viapar – 8,06%;

Caminhos do Paraná – 4,37%;

Econorte – 5,13%;

Confira no link abaixo todos os novos reajustes.

aen.pr.gov.br/arquivos/2811tabelapedagio.pdf

Comments are closed.