São José dos Pinhais é campeã do basquete feminino

Apucarana e Tuneiras do Oeste na final do futebol
23 de novembro de 2017
Maringá é campeã no feminino no Bolão
23 de novembro de 2017
São José dos Pinhais é campeã do basquete feminino

JAPS Divisão A - Basquetebol Feminino - Finais

Uma partida decidida nos últimos segundos, com uma diferença de apenas três pontos e muita comemoração ao término.

Teve tudo isso e mais um pouco na partida que valia o ouro do basquetebol feminino desta edição dos Jogos Abertos do Paraná, divisão A, em Apucarana, a elite do esporte de rendimento do estado do Paraná.

De um lado, uma forte equipe de Maringá, time que tropeçou no início, mas se recuperou e fez um belo campeonato vencendo grandes nomes. De outro, uma determinada São José dos Pinhais, que colocou o coração em quadra do início ao fim da competição. O palco desse grande espetáculo foi o Complexo Esportivo São José.

A partida foi extremamente equilibrada, com as equipes o tempo todo alternando a liderança no placar. Com o jogo se encaminhando para o final, a tensão foi tomando conta, pois nada parecia estar definido e o incentivo dos torcedores presentes no ginásio era cada vez mais intenso dos dois lados.

Essas emoções se mantiveram até o término da partida, quando a equipe de São José venceu, por 46 a 43, e as atletas soltaram o grito de campeãs.

Muito emocionada, uma das destaques da equipe são-joseense, e capitã da equipe, Denise Ratko, descreveu os detalhes que fizeram a equipe chegar até a final. “Nosso primeiro jogo foi um jogo muito bom, no segundo e no terceiro a gente não conseguiu manter o trabalho que a gente estava fazendo durante o ano. A gente teve que parar para colocar a cabeça no lugar e realmente evoluir para chegar inteiras, e com chances, na final, já que as outras equipes são de muita qualidade e muito parelhas. Mas o nosso projeto é muito humilde, pois todas as meninas têm o basquete como hobby e treinam só duas vezes por semana, então a gente faz o que dá com o pouquinho que a gente consegue durante a semana” conta a capitã.

Denise também destaca a importância que esse ouro teve para toda essa equipe, que vinha lutando todos os anos e sempre batendo na trave. “Não tem nem como descrever, eu já estou há seis anos lutando, depois que a gente subiu da divisão B, para chegar em uma final e todo ano a gente batia na trave e não chegava. Então esse ano, fazer a final já era mais do que concluído o nosso objetivo, mas a hora que a gente viu que o nosso time estava unido, estava focado e que o trabalho que a gente desenvolveu durante o ano não podia se perder agora no último jogo, cada uma deu o máximo de si. A gente só conseguiu sair daqui campeãs porque todas estavam unidas no mesmo objetivo” aponta Denise.

A capitã faz questão de mencionar o trabalho sério, competente e de muita excelência realizado pelo professor Adilson Novak, técnico da equipe, como um dos fatores fundamentais desta conquista. “Ao meu ver, duas coisas foram chaves para conquista desse título: uma foi o planejamento do professor Adilson. Ele realmente conseguiu fazer uma boa leitura de todas as equipes e seus pontos fracos e pontos fortes para podermos nos preparar da melhor forma possível dentro dos nossos recursos. E o outro fator decisivo foi a união das meninas. A gente precisou se unir muito e trabalhar em equipe para chegar nessa conquista” finaliza.

O professor Adilson também aproveitou para contar o significado desta vitória, que foi resultado de muita superação e amor ao esporte. “Gostaria de agradecer ao nosso secretário de esportes do município, o Alessandro, que é um grande parceiro do basquete, pois nos apoia muito dentro das condições que a prefeitura pode fazer. Em relação as meninas, a palavra é superação, porque o que essas meninas passam para estar aqui treinando e jogando, muitas vezes pagando gente para estarem em seus trabalhos para poder vir para as competições tudo pelo amor a esse esporte tão gostoso que é o basquete” finaliza o técnico campeão.

O bronze da competição ficou com a equipe de Cornélio Procópio, que também fez uma partida muito dura e resolvida nos pequenos detalhes contra Ponta Grossa.

JAPS Divisão A – Basquetebol Feminino – Finais

JAPS Divisão A – Basquetebol Feminino – Finais

Comments are closed.