Vereador apresenta alterações em projeto

Definidos os finalistas do Campeonato Amador de Apucarana
5 de dezembro de 2017
Vagas de emprego da Agência do Trabalhador
6 de dezembro de 2017
Vereador apresenta alterações em projeto

Com a presença dos 11 vereadores foi realizada na tarde desta segunda-feira 04/12, mais uma sessão ordinária da Câmara Municipal de Apucarana, e foi lido na íntegra o Projeto substitutivo ao Projeto de Lei nº 132/2017, de autoria do vereador, José Airton Deco de Araújo.

O novo projeto, que substitui o original, passou a ter uma redação mais enxuta. No Art. 1º. fica proibida a distribuição, exposição, apresentação, recomendação, indicação e divulgação de livros, publicações, palestras, folders, cartazes, filmes, vídeos, faixas ou qualquer tipo de material, lúdico, didático ou paradidático, ainda que subliminar, da ideologia de gênero nas entidades de Ensino Fundamental no Município de Apucarana.

No Art. 2º, o projeto detalha que na elaboração dos currículos escolares fica garantida a inserção de materiais visando superar as diferenças e desigualdades, em busca do desenvolvimento harmônico justo, e solidário, tendo a diversidade e a igualdade sem discriminação ou preconceitos, respeitando a todos de forma igualitária.

Após a leitura, o projeto substitutivo será encaminhado para as comissões onde será analisado, podendo ou não ir para votação na próxima segunda-feira 11/12.

O projeto original, que foi motivo de polêmica na sessão do dia 27/11, após a leitura, foi encaminhado para as comissões. Em posse do jurídico para parecer, deixa de existir, após a apresentação do substitutivo.

O vereador explicou que o Projeto não perdeu a essência e que não vai desistir. “Vamos até o fim com a votação. Fizemos alguns ajustes e focamos nas escolas de ensino fundamental no município de Apucarana. Temos um projeto constitucional. Ouvi os demais vereadores, ouvi entidades e alterei o que deveria ser alterado. Não vamos mais mexer no projeto. Se tiver mais alguma alteração o projeto deverá deixar de existir. Estamos disciplinando o ensino fundamental dentro das diretrizes aprovadas no Plano Municipal de Educação”, afirma o vereador.

O repórter Cezar Neves que acompanhou a sessão conversou com Deco a entrevista segue no áudio abaixo.

Fernando Felipetto que é a favor do projeto disse que ficou decepcionado com as alteração. “ Esse recuou da câmara me deixa muito triste,” disse Fernando

A entrevista completa com Fernando segue abaixo.

Já Jackeline Aristides que é contra falou que o projeto ainda é problemático, e que os professores podem ter sim esse direito de lidar com o assunto em sala de aula. E garante que vai continuar acompanhado o caso.

Jackeline fala sobre o assunto. 

Veja o momento em que o Vereador fala sobre o projeto. 

Comments are closed.